Um pouco da história

Olá, visitante!

Que bom ter você por aqui.

Meu nome é Beth Soares. Nasci na década de 70, sou carioca, mãe de dois meninos e mulher do Nando.

A história d´A Casa Laranja começou há anos atrás, quando decidi largar meu emprego numa grande multinacional de tecnologia para… Não sabia o quê. Decidi abandonar uma graduação cara, uma carreira bem-sucedida e um ótimo salário para… Não tinha a menor ideia.

Mas, de uma coisa eu tinha certeza.

Eu não aguentava mais o mundo corporativo. Não aguentava mais trabalhar 14 horas por dia dentro de um prédio sem saber se era dia ou noite, se chovia ou se o sol estava brilhando no céu do Rio de Janeiro. Não aguentava mais encarar aquela rotina só pelo salário, sem tempo para mim ou para a minha família. Como chorei, como fiz planos, como fiz contas, como me senti culpada até conseguir tomar a decisão.

Nossa, parece que isso foi em outra vida.

De lá para cá, eu aprendi a cozinhar, fiz um curso de computação gráfica, fiz uma pós-graduação em Animação Digital, me mudei para uma casa de vila, trabalhei como tradutora, tive meu segundo filho, cuidei dele em casa por quase dois anos, descobri a decoração e a aquarela…

E nessa etapa da minha vida A Casa Laranja começou a tomar forma. Ela nasceu da vontade de transformar a minha própria casa em um espaço de lazer, de encontro e de carinho apesar da correria diária. Mas, a medida que a arte passou a tomar mais e mais o meu tempo, A Casa Laranja também foi refletindo esse movimento.

E hoje eu me chamo de artista! Minha arte tem a ver com alegria, paz e leveza. Não quero chocar, não quero trazer angústia, não quero fazer você refletir sobre os problemas mundiais. Quero te fazer sorrir e se perder nas cores e formas. Quero te surpreender com a maravilha que é a natureza. Porque é daí que vem a minha inspiração. Da natureza…

Nos meus trabalhos, quase sempre uso a aquarela porque, sinceramente, não há tinta mais incrível, versátil e surpreendente. Pinto flores e plantas do meu jardim e as que vejo por esse mundo afora. Normalmente, trabalho a partir de fotos que uso como referência, porque as plantas e a luz mudam e eu pinto bem devagar. Uso materiais profissionais e estou sempre estudando e experimentando novas técnicas e abordagens.

E também tenho outra ambição lá dentro do meu coração. A de inspirar outras pessoas que, como eu, se perderam da arte quando crianças ou adolescentes para viver uma “vida adulta”, mas que sabem que a criatividade, as tintas e os lápis são importantes e fazem milagres na nossa jornada pessoal.

Se você quiser se cadastrar na newsletter d’A Casa Laranja para ficar por dentro das novidades e receber ofertas exclusivas, clique no botão aí de baixo. Inclusive, ao se inscrever, você já recebe um cupom de 5% de desconto para usar em qualquer compra na lojinha.

Quero receber a newsletter + cupom de desconto na loja d'ACL!

Vai ser um prazer te receber aqui!

Sobre a casa laranja

De novo?

Agora, é para mostrar a outra. A de tijolos e não a de bits e bytes. Ela existe, é antiga e dá um trabalho danado.

Foi aqui que encontrei outra paixão da minha vida: as plantas. Tenho um jardim na frente de casa e espaço para muitos vasos no quintal. Marido fica maluco comigo! Não podia imaginar como iria me envolver com a natureza… E isso realmente faz parte de mim e da minha arte agora.

Devagar, muito devagarinho, nós tentamos deixá-la do jeito que imaginamos: um lugar especial, em todos os sentidos, no meio desta loucura da cidade grande.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline